São Filipe -Cha das Caldeiras

INFORMAÇÃO

GERAL

ITINERÁRIO

ZERO CO2

INFORMAÇÃO

PRÁTICA

SEGURANÇA E

EQUIPAMENTO

O VIAJANTE

RESPONSÁVEL

Descargas

E Recursos

Rota em bicicleta São Filipe – Chã das Caldeiras

Este percurso permite explorar as paisagens entre a capital do Fogo (São Filipe) e a cidade da Portela (Chã das Caldeiras) de bicicleta de montanha. Por estradas pavimentadas ou pavimentadas (rota portuguesa) e trilhas de terra, é uma jornada que combina planicidade com subidas longas e íngremes, passando por áreas urbanas, rurais e naturais. É um itinerário exigente, exclusivo para ciclistas de alto nível, mas com um interesse eco-cultural inquestionável.

Localização geral:

Une a cidade de São Filipe, no litoral sudeste da ilha, com Portela, no centro.

Tipo de rota:

Esportes e ciclismo temático (sustentabilidade, vulcanologia e etnografia)

Tipo de itinerário:

 Linear com duas etapas; um fora e um de volta.

Início e fim:

Sede da Câmara Municipal de São Filipe.

.

Longitude (aprox):

80 km
}

Duração (aprox):

Mínimo de 8 horas (ambas as etapas)

Desníveis e pendentes:

  • Altitude: min. 62 msnm; max. 1.860 msnm.
  • Pendentes: 23%, -22%.

Grau de dificuldade geral:

 Muito alto

Dificuldades técnicas específicas:

Exposição contínua a insolação e calor altos; seções por via portuguesa e pista de terra; seções de ascensão forte e prolongada.

Pontos de interesse

    1. Câmara Municipal São Filipe
    2. Centro histórico de São Filipe.
    3. Praia Nossa Sra. da Encarnação.
    4. Cabeça Fundão.
    5. Corral d’Asno (entrada principal al Parque Natural de Fogo).
    6. Cruze de Cova Tina.
    7. Chã das Caldeiras.
    8. Portela.
    9. Sede do Parque Natural do Fogo.
    10. Pico do Fogo.
    11. Oasis Cova Tina-Bodega Chã.
    12. Queijaria Cutelo Capado
    13. Vinhedos Maria Chaves e Adega Monte Barro

ver em google maps

Outras informações a serem consideradas

  • A rota foi projetada para passar no mínimo três dias no Fogo. É aconselhável chegar ao Fogo no primeiro dia da manhã e sair no último dia da tarde.

  • Se você deseja combinar esta rota com a popular subida ao Pico do Fogo, você deve adicionar mais um dia e contratar os serviços de um guia local experiente.

  • Para visitar as vinícolas de Monte Barro e Chã e a fábrica de queijos Cutelo Capado, é aconselhável agendar visitas com antecedência.

  • O passeio percorre áreas com pouca vegetação. Portanto, a exposição ao sol é constante. Isso, juntamente com as altas temperaturas existentes ao longo do ano, tornam necessário aproveitar as primeiras horas do dia para avançar o máximo possível. Portanto, é necessário estar preparado com o equipamento apropriado para essas condições extremas.

  • Não há fontes de abastecimento de água para grande parte do itinerário.
    Uma parte do percurso percorre o interior do Parque Natural do Fogo. As regras indicadas na sinalização oficial existente devem ser respeitadas.

Rotas complementares

  • Rota sustentável por Brava
  • Rota sustentável por Ciudade Velha Ribeira Grande do Santiago

Perfil altimétrico

O perfil altimétrico que apresenta-se corresponde à “rota base” (não incluem-se as variantes opcionais).

VOLVER A LAS RUTAS